voltar para o inícioVoltar para o ínicio
thumb
  • Inovação

O caminho da disrupção na construção civil

  • autorpontigis
  • data9 de setembro de 2021
  • duração 2 minutos

Nas últimas décadas, o Brasil e o mundo passaram por transformações tecnológicas que garantiram para as indústrias automotivas, manufaturas e varejo um salto de produtividade. Apesar de algumas mudanças, a construção civil não conseguiu acompanhar esse movimento e segue, majoritariamente, produzindo quase da mesma forma há 50 anos. Porém, isso está mudando rapidamente. Estamos dando os primeiros passos da digitalização desse setor e seus impactos serão consideráveis.

Em um país com um déficit habitacional de 5,8 milhões de moradias, que tem necessidade de ampliar sua infraestrutura e tem um potencial econômico gigantesco, existe um vasto campo de oportunidades para inovar e crescer à frente. E, mesmo com as instabilidades e desafios que enfrentamos, como a pandemia, não há razões para adiar esse movimento nas construtoras e empresas.

O setor está crescendo e a estimativa é que haja um aumento de 115% no lançamento de imóveis no segundo semestre deste ano, segundo a CBIC – Câmara Brasileira da Indústria da Construção.

Um ponto importante é que as possibilidades de transformação não ficam restritas às grandes construtoras, elas estão ao alcance das médias e pequenas – que compõem uma parcela significativa do mercado. Dessa forma, todas terão a chance de resolver ou minimizar os problemas que enfrentamos, como erros de projeto e execução, desperdício, gestão dos materiais, informações desatualizadas, dificuldades no gerenciamento de obra, entre outros.

E os responsáveis por alavancar esse processo somos nós: as construtechs. Statups, com possibilidade de crescimento exponencial, que atuam em toda a cadeia da construção civil desde o pré-obra, canteiros, pós-obra até o home-improvement. 

Digo “nós”, porque faço parte desse ecossistema. Há 3 anos, fundei a Construct IN, uma plataforma de gerenciamento remoto de obras por meio de imagens em 360º. Ela já vem sendo utilizada por empresas como Time Now, Simon Engenharia, Petz e outras 60 empresas de todos os portes. Nossa solução tem se mostrado uma excelente oportunidade para quem deseja ter acesso ao canteiro de obras a qualquer hora e lugar, ter o processo construtivo documentado com precisão, reduzir custos, entre outros benefícios.

Ao fazer parte da Trutec – hub de tecnologia para a construção civil do país – também temos tido a oportunidade de aprender e colaborar com outras construtechs para potencializar os resultados que oferecemos. Uma iniciativa que certamente está contribuindo para que todo esse processo de transformação seja ainda mais rápido.

Agora, para que a transformação digital possa incluir o maior número de empresas e pessoas que já estão no mercado, precisamos de uma maior abertura para a inovação. O processo de disrupção que vamos passar é inevitável e quem decidir se unir a nós, questionar os modelos tradicionais e abraçar as soluções que vêm sendo desenvolvidas, terá um diferencial competitivo imbatível.

* Tales Silva é CEO e Founder da Construct IN, construtech que oferece uma plataforma para o gerenciamento remoto de obras por meio de imagens em 360º. A startup faz parte da Trutec – hub da tecnologia para a construção civil no país. O executivo é engenheiro civil formado na PUC – Pontifícia Universidade Católica  do Rio Grande do Sul – e Master of Business Administration pela ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing.

Compartilhe esse conteúdo

Conteúdos relacionados

Acesse todos os conteúdosAcesse todos os conteúdos
Faça parte

Vamos juntos fazer o futuro da construção civil?

Converse com nossos especialistas e conheça as soluções que mais se adequam ao momento da sua empresa.

falar com um especialista Falar com um especialista
scrollvoltar ao topo