voltar para o inícioVoltar para o ínicio
thumb
  • Inovação
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia

O que você deve saber sobre ESG para a Construção Civil

  • autoradminvedacit
  • data2 de fevereiro de 2022
  • duração 3 minutos

A sigla ESG significa Environmental, Social and Governance, ou ambiental, social e governança, em português. E por que você que trabalha na construção civil precisa saber disso? Porque na verdade essa é muito mais do que uma sigla!

As pessoas têm cada vez mais se preocupado com o bem-estar de outros indivíduos, com a atuação dos governantes e com o impacto que as empresas causam ao meio ambiente. E o ESG na Construção Civil tem a função de adequar as empresas à demanda de um mercado que exige respeito ao meio ambiente, às pessoas e à sociedade.

Essa pressão por parte da população tem feito as empresas adotarem estratégias sustentáveis para seus negócios e essa mudança de postura passou a ser considerada um fator de fortalecimento em um mercado cada vez mais competitivo, incluindo ter a atenção de investidores.

Como prova disso, a B3, Bolsa de São Paulo, já lançou seu terceiro índice indexador. Os dois anteriores foram o ISE, de sustentabilidade das empresas, e o ICO2, ou Índice Carbono Eficiente.

De acordo com a Pacto Global das Nações Unidas, um relatório disponibilizado pela PwC aponta que, até 2025, 57% dos ativos de fundos mútuos na Europa estarão em fundos que consideram os critérios ESG. Isso representa quase R$8,9 trilhões. Além disso, 77% dos investidores institucionais pesquisados pela PwC afirmaram que planejam parar de consumir produtos e serviços que não cumpram os critérios ESG. Só no Brasil, os fundos ESG captaram mais de R$2,5 bilhões em 2020.

Sem contar que em 2020 houve um aumento de 7 vezes mais discussões sobre o assunto nas redes sociais e muitas destas discussões foram estimuladas por representantes e a Imprensa. Mas não basta falar sobre ESG nas redes sociais, é preciso aplicar.

Em Nova York, o Governance and Accountability Institute, afirma que mais de 80% das empresas que operam na bolsa de valores americana informam publicamente seu desempenho nos padrões ESG.

Ess as informações demonstram que os investidores estão cada vez mais preocupados em investir em empresas e produtos que sigam critérios ESG.

Ou seja, o ESG é mais do que uma tendência, é uma questão de sobrevivência para as empresas.

Dados do impacto da construção civil no mundo

O CIB – Conselho Internacional da Construção – aponta o setor como o que mais consome recursos naturais e utiliza a energia de forma intensiva. Segundo a Ellen MaCarthur Foundation, 54% dos resíduos do planeta são gerados pela construção civil. Só no Brasil a construção gera 25% do total destes resíduos.

De acordo com o pesquisador e engenheiro americano, Wilmar Mattes, o setor da construção civil corresponde a 10% do PIB (Produto Interno Bruto) mundial e é responsável por 28% da força de trabalho.

Benefícios do ESG na Construção Civil

  • Proteger o meio ambiente e os recursos;
  • Atrair investidores;
  • Fortalecer a imagem positiva da marca;
  • Reduzir custos e aumentar a eficiência dos processos;
  • Engajar colaboradores;
  • Ganhar força na competitividade do mercado.

Segundo a Green Building Council Brasil, organização sem fins lucrativos presente em 80 países com a missão de transformar a indústria da construção civil e a cultura da sociedade em direção à sustentabilidade, um projeto de construção sustentável médio é capaz de reduzir em 40% o uso de água, 35% a emissão de gás carbônico e 65% o desperdício.

Estes dados mostram que estamos diante de uma decisão importante: se quisermos realmente avançar em prol de um desenvolvimento crescente e perene no setor, precisamos considerar as práticas de ESG como premissa de estruturação. As mudanças de paradigmas precisam acontecer de forma rápida, de dentro para fora. E é nossa responsabilidade construir no presente o futuro das próximas gerações.

Para inspirar: Tegra ESG | Tegra Incorporadora

*Gisele Pontim é especialista em Marketing e Comunicação Corporativa na Trutec, spin-off do grupo Vedacit. Formada em administração pela UNIFAI e pós-graduada em Gestão Empresarial pelo Mackenzie, possui experiência de mais de 13 anos nas áreas de Marketing Digital, Comunicação Corporativa e Relações Públicas e Institucionais.

Crédito imagens: Pexels.

Compartilhe esse conteúdo

Conteúdos relacionados

Acesse todos os conteúdosAcesse todos os conteúdos
Faça parte

Vamos juntos fazer o futuro da construção civil?

Converse com nossos especialistas e conheça as soluções que mais se adequam ao momento da sua empresa.

falar com um especialista Falar com um especialista
scrollvoltar ao topo